Formação Humana no Rio

Breve agenda para 2013

WORKSHOP DE FORMAÇÃO HUMANA – Rio de Janeiro

– Autoconhecimento – Criatividade – Autogestão – 

“Entendemos o sentido de nossa busca quando percebemos que estamos sempre a procura de nós mesmos”

Vivenciar um processo de Formação Humana é abrir-se ao mundo do si mesmo. É encontrar-se no corpo, no movimento, na emoção, na palavra, na história, na escuta, no jogo.

Em uma cultura repleta de ansiedade, informação, consumo, expectativas e pressões, um contato real com uma experiência mais íntima consigo é algo raro. Neste workshop vamos experienciar o que, na Abordagem de Formação Humana, conhecemos como Si Mesmo.

A Formação Humana não é uma teoria que explica o mistério da vida. Também não é uma tentativa ingênua de mudar a cultura. Tampouco é uma visão humanista do mundo que vivemos. Como o próprio nome diz, em Formação Humana, ampliamos nossa percepção sobre o que forma o humano/sujeito. Em outras palavras, a Formação Humana é o contato com a própria experiência do Ser, com o próprio olhar.

Na Formação Humana não existe um conhecimento a ser transmitido, mas uma experiência a ser compartilhada. Não existe a figura de um mestre, de um professor ou de um curador. Ao contrário disto, busca-se a desconstrução da figura do mestre. A expectativa de que o outro decida por nós, ou autorize nossa singularidade é condicionar nosso olhar e aprisionar o fluir da vida.

No trabalho de Formação Humana existe uma consciência ampla de que o ser humano não é, ele está sendo. Somos todos um processo. Somente desta forma o sábio interior, inerente a cada ser humano, voltará a poetizar a vida. É o despertar da própria Sabedoria Orgânica.

O que será vivenciado neste workshop?

Faz parte da Formação Humana a abertura para o encontro e quando falamos de encontro falamos do inesperado, do novo, do movimento, da incerteza, da impermanência. Portanto, não existe uma programação rígida neste trabalho, mas sim, um profundo contato com o momento e o sentimento que se formará no grupo durante o encontro. O mais importante é o caminho e não a meta. É transferir nosso corpo/consciência para o presente. Para isso utilizamos inúmeros jogos corporais, lúdicos, teatrais. sensoriais. Trabalhos expressivos, rodas de conversa, respiração.

Quando? 20 e 21 de outubro

Fim de semana, das 08:30 ás 17:30

Onde?  Espaço Companheiros das Artes

    Rua Joaquim Silva, 56 – 10º andar / Lapa

Próximo a Sala Cecília Meireles

Metrô: Cinelândia e Glória.

Investimento: R$ 250,00 (até 2 vezes)

Informações e inscrições: (21) 7967.3213

Este processo será facilitado por Rodrigo da Silva, educador e facilitador de grupos. Criador e pesquisador da Abordagem de Formação Humana. Terapeuta corporal com graduação em Educação Física e formação em psicoterapia corporal e psicodrama. Co-criador do Programa de Formação Humana para Educadores. É mestre Reiki e possui formação em Yoga e Terapia Floral. Estuda Gestalt terapia no Gestalt Centro/RS. Vive no Rio de Janeiro, mas não deixa de lado o meio do mato como sua raíz. Poeta de palavras, de olhares e de corpos. Casado com a música e amante do silencio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s